Inibidores de apetite: os mais usados para perder peso

Inibidor de apetite forte pode até ajudar, pois aumenta os níveis de serotonina no cérebro dando aquela sensação de saciedade. Mas não vai resolver o problema, por isso recomendo as dicas de um dos maiores especialistas em emagrecimento do Brasil.

inibidor de apetite

Victoza é o unico inibidor de apetite?

Fui em uma endocrinologista a alguns dias realizar alguns exames e disse que gostaria de perder alguns quilos pois tinha tendência a engordar. Após os exames ele me recomendou o remédio Victoza, e disse que apenas 2 meses seriam suficientes.

Quando fui a farmácia encontrei um problema e susto com o preço de R$ 400,00 pelo medicamento. Pesquisei na internet e vi que o uso para inibição do apetite seria arriscado, junto com o preço e a forma de aplicação (subcutâneo) decidi não fazer o tratamento.

Depois eu liguei para a farmácia informando o ocorrido e o valor muito elevado que é quase meu salário e pedi para que perguntasse ao médico para passar a receita de um outro remédio mesmo que durasse mais tempo.

O atendente me disse que Victoza é o unico inibidor de apetite que os outros foram retirados da venda, porém sempre vejo muitas pessoas comprando e tomando Sibutramina entre outros, queria saber a opinião de vocês sobre essa suposta exclusividade do Victoza.

 O que tomar?

Amiga, visite uma nutricionista antes de tomar inibidores tarja preta extra forte. ELA É O ÚNICO PROFISSIONAL QUE PODERÁ PRESCREVER UMA DIETA. Olha, fui a uma e não me arrependi. Emagreci mais de 10kg sem perder a saúde.

O Victoza não é aprovado como um redutor de apetite. A ANVISA CONDENA ISSO. Ele é um anti-diabético e só. É errado usar um medicamento para se aproveitar dum efeito colateral dele. Visite uma nutricionista que você não se arrependerá.

O Victoza não é o único inibidor de apetite e a Sibutramina pode ser usada desde que o paciente assine um termo no qual afirme que está ciente dos riscos. Tente emagrecer sem medicamentos, associando apenas exercícios e uma dieta feita por uma nutricionista. Caso não surjam bons efeitos, use algum medicamento com prescrição médica.